SINTA-SE AVONTADE...


NOSSO CANTINHO POÉTICO...

ENTRE E PERCORRA TODO JARDIM, SINTA AS FRAGÂNCIAS DO AMOR, ...HUM! ENCANTE-SE, SONHE, SONHE... O AMOR É DOM É DÁDIVA O AMOR É VIDA. AME-SE E SE DEIXE AMAR...

sexta-feira, 11 de abril de 2014

PAIXÃO...



PAIXÃO...

Eu disse ao amor, apaixonei-me
Meu coração em sentimentos
Declara estou amando, suspiros
Sou um pouco lua, botão de rosa
Bem-me-quer, malmequer 
Cheia de encantos...Misteriosa
Eu, talvez nem conte desse amor
Pra ninguém...
Sou assim dramática, intensa
Quem sabe um dia o amor dirá
O quanto sonhei, esperei, te amei
Será o tempo o mensageiro...
Ou o cupido talvez  declame
O amor, aconteceu!
Esse amor não é real...
É sonho amor platônico
Essência de gravo e rosa  
Teus aromas invadem-me
Teus poemas manjares
Alimenta e me seduz
embriago-me de você
Perdidamente me apaixonei...

Marta Lucena 

domingo, 26 de janeiro de 2014

SEM PALAVRAS




SEM PALAVRAS...

Estou na tua frente, o amor me trouxe
Em sorriso teu olhar... Acalma-me
Teus braços me acolhem em abraços
O silêncio narra um poema de amor
O amor nos embriaga, envolve-nos
Tua boca na minha em um beijo terno
Um beijo enamorado, um beijo desejado
Beijo sedento mata-nos a sede...
Oásis no nosso deserto de amar...
Amo-te...
Em cenário de amor a lua lá fora
Nos espera, nua, as estrelas a despiram
Sob o manto da lua, toda magia...
Fascínio...
Noites de juras, suspiros, prazeres
Nosso primeiro encontro... De amor.

Marta Lucena


quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

SONHO OU DESTINO...




Sonho ou Desatino

Imaginar você na minha vida...
é  viajar por caminhos de sonhos
é ouvir cantos líricos / dramáticos
prostrar-se ao amor inaudito, inarrável.

Imaginar você na minha vida.
parece pacto, destino, encontro de almas
luar com estrelas, sol incandescente
canto de sereias, benção dos deuses
floresta encantada, riacho cristalino
água que cura, sabor de néctar germinado.

Imaginar você na minha vida...
me pluraliza o meu amor eterniza
meu grito alcança o infinito, ecoa
amar , amar,  amar  apenas amar!!!

Imaginar você na minha vida...
é  sentir teu cheiro que me inunda
momentos de suplicas e juras
desejos, beijos, loucuras, apelos
anseios,  volúpia, lucidez, procura.

Imaginar você na minha vida...
é desatino, dormir e não acordar
é silêncio silencioso, estrada sem rumo
vagalume na escuridão, amor sem volta
 sonho, destino, enigmático, instintivo
imaginar não é te ter, é febre que devora
solidão que entristece, realidade imatura
um sonho, destino não é, só  insensatez...  


   Marta Lucena