SINTA-SE AVONTADE...


NOSSO CANTINHO POÉTICO...

ENTRE E PERCORRA TODO JARDIM, SINTA AS FRAGÂNCIAS DO AMOR, ...HUM! ENCANTE-SE, SONHE, SONHE... O AMOR É DOM É DÁDIVA O AMOR É VIDA. AME-SE E SE DEIXE AMAR...

quarta-feira, 6 de maio de 2015

Amor Que Ama...


Amor Que Ama...

Enxergue-me com olhar
Complacente  de cura  
Com palavras doces
Não múrmure
Não cegue meu  coração
Que sangra de tanto amar.

Não seja noite, seja dia.
Dá-me o que necessito
Amor infinito
Sou eu que te peço
Empresta-me os olhos
Dá tua alma
Guia-me com o coração.

Lucidez implora-te
O meu amor é maior
Que a insensatez
Do “NÃO”
Escolhe o amor apaixonado
Diga “SIM” ao amor...
Que não se mede
Que não se pede
Ao amor que só “AMA”
“EU” sou esse  amor...


         Marta Lucena 

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

DESENHO DA ALMA




Desenho Da Alma

Sou eu um ser sobrevivente
Ao som do desalento
Das fragrâncias da alma
Caminho lentamente
Em silêncio...
Essência emudecida
Amordaçada....
Jogo do amor mal entendido
Minhas palavras não convencem
Embaralha-se...
Voa ao vento sem destino
Na escuridão  do espaço
No tempo de quem ama
E, não é amado...
A dor é pertinente, febril.
Primavera que não explode
No peito...
A rosa murchou... Desfaleceu
O vento suas pétalas espalhou
Restaram-me as lembranças...
E meus velhos poemas de amor.

Marta Lucena